Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de abril de 2019

sexta-feira, 12 de abril de 2019

MEU PENSAR PROSAS VERSOS E POEMAS.

FORJANDO O AMOR
Esses momentos são nossos, pois a vida nos escolheu sem remorsos. Mas o amor criou um atalho com desafios por caminhos bem longos, e com pontes e paradas bem bruscas. Foi nutrindo desejos e anseios e dando ao tempo a incumbência de desfazer descaminhos, em curvas de pistas molhadas. Era o destino e o tempo que tramavam a favor, criando os passos que vinham de encontro a nós dois. Em tempos de tempestade, logo o sol se abria depois. Criava uma luz no caminho, guiava os passos bem de mansinho.O vento soprava e mostrava, também, que um passarinho perdia seu ninho em árvores que viraram pergaminhos. Muitas histórias foram desfeitas por ventos ferozes, em noites mal dormidas e esquecidas, sonhos vagavam ao relento, a dor que sentia no peito ritmava e anunciava com compasso o que viria depois.A verdade brotava na alma, acalmava dois corações partidos e sem nexo, mostrava nossos sentimentos aflorando. E distantes desses desencontros, mantinham as histórias cruzadas, seguindo em uma mesma estrada alimentada por essa jornada, sem saber o que viria depois. Vivíamos bem distantes, porém numa colisão corporal esperada. Agíamos como cometas aleatórios riscando o infinito estrelado, provocando um forte brilho no céu como uma estrela-guia que mostrava por onde deveríamos seguir. A colisão se deu por acaso, foi fruto da mesma viagem quase infinita, que causava a mesma dor e que, em vez de extinguir nossas vidas, foi criando mais sonhos reais, concretizados e transformados em puro amor.

Manoel da Costa Junior, João. MEU PENSAR: CONTOS PROSAS POEMAS (01) . Edição do Kindle.


Manoel da Costa Junior, João. MEU PENSAR: CONTOS PROSAS POEMAS (01) . Edição do Kindle. 

terça-feira, 2 de abril de 2019

JOGOSUJO CIDADE DO CRIME DO CRIMEDO CRIME

(“Os grandes pensadores como Aristóteles já falavam da ética em sua Física, afirmando que a função natural do homem é raciocinar bem e raciocinar bem é raciocinar em consonância com a virtude. Portanto, a ética de Aristóteles se concentra no caráter do agente como aquele que é bom ou moralmente mau. Essa é a chamada ética da virtude.”

quarta-feira, 27 de março de 2019

O SEGREDO A, CURA

Jordan já formado em arqueologia Forense e passou a trabalhar em vários países, sempre que era chamado. Mas algo passou a acontecer com ele após alguns meses.
Jordan, depois que soube do falecimento de Mercedes, de vez em quando tinha sonhos estranhos. Nesses sonhos, ele ia de encontro a um abismo, e vinham até ele pessoas de fisionomias angelicais que o chamavam para dentro de uma gruta. Lá, estavam depositados, sob imensos montes de terra, a origem de um segredo. E, nesse instante, homens com máscaras de alienígenas apareciam e o prendiam em uma gaiola de ferro. Jordan acordava transpirando. Esses sonhos o perturbaram por um bom tempo até ele regressar para a faculdade, quando deixou de ter esses pesadelos. Pensou que era um aviso e que, talvez, no futuro, algo mais se revelaria para ele e, quando chegasse a hora, provaria sua teoria. Provavelmente estaria prestes a encontrar algo que poderia vir a ser o elo perdido entre a origem da concepção da raça humana. Ele não levava muito a sério esses sonhos, como um cientista, não gostava de trabalhar em função de presságios ou acreditar piamente neles, pois isso o afastaria de vez do meio acadêmico.
O tempo foi passando e esses sonhos estavam se tornados constantes. Não importava onde ele tivesse, eles sempre eram os mesmos e sempre começavam com ele descendo em uma grande fenda na Terra com sua falecida namorada.


sexta-feira, 22 de março de 2019

Trecho do livro.
O SEGREDO, A CURA .

Enquanto isso, na NASA, os cientistas queimavam a pestana tentando decifrar os enigmas do universo. Vários cientistas acreditam que o colapso do nosso Universo é iminente e que vai acontecer antes do que o esperado. De acordo com um novo estudo e observações vindas dos telescópicos instalados na Lua e em Marte, buracos negros sugam as galáxias e podem transformá-las em pequenos vários pedaços. O que era alarmante, pois estavam muito perto de nossa estrela, o Sol. Jordan, em seu laboratório de pesquisa, também acompanhava com apreensão tais descobertas. Apesar de pertencer a área distinta de ciência que a sua, Jordan era um fã de Einstein 



domingo, 10 de março de 2019

.Na faculdade de Arqueologia, na Suíça, um jovem brasileiro acabara de se formar em arqueologia forense, pois era fascinado pelos segredos enterrados nas profundezas dos sítios arqueológicos do passado. Como era um jovem atento também às mudanças climáticas, ele estava muito mais preocupado com o presente do planeta Terra, por isso, ele se tornara um ativista e se engajava em protestos com seus colegas de turma, ativistas ambientais da faculdade. Estava sempre ao lado da sua inseparável namorada, Mercedes, que, como ele, era estrangeira e bolsista na faculdade de Arqueologia e Ciências em Berna, na Suíça. Os acompanhavam, também, sua amiga Emma, que era suíça


sábado, 9 de março de 2019

Na faculdade de Arqueologia, na Suíça, um jovem brasileiro acabara de se formar em arqueologia forense, pois era fascinado pelos segredos enterrados nas profundezas dos sítios arqueológicos do passado. Como era um jovem atento também às mudanças climáticas, ele estava muito mais preocupado com o presente do planeta Terra, por isso, ele se tornara um ativista e se engajava em protestos com seus colegas de turma, ativistas ambientais da faculdade. Estava sempre ao lado da sua inseparável namorada, Mercedes, que, como ele, era estrangeira e bolsista na faculdade de Arqueologia e Ciências em Berna, na Suíça. Os acompanhavam, também, sua amiga Emma, que era suíça.

O SEGREDO, A CURA

TRECHO DO LIVRO.

Arqueologia Forense e passou a trabalhar em vários países, sempre que era chamado. Mas algo passou a acontecer com ele após alguns meses.
Jordan, depois que soube do falecimento de Mercedes, de vez em quando tinha sonhos estranhos. Nesses sonhos, ele ia de encontro a um abismo, e vinham até ele pessoas de fisionomias angelicais que o chamavam para dentro de uma gruta. Lá, estavam depositados, sob imensos montes de terra, a origem de um segredo. E, nesse instante, homens com máscaras de alienígenas apareciam e o prendiam em uma gaiola de ferro. Jordan acordava transpirando. Esses sonhos o perturbaram por um bom tempo até ele regressar para a faculdade, quando deixou de ter esses pesadelos. Pensou que era um aviso e que, talvez, no futuro, algo mais se revelaria para ele e, quando chegasse a hora, provaria sua teoria. Provavelmente estaria prestes a encontrar algo que poderia vir a ser o elo perdido entre a origem da concepção da raça humana. Ele não levava muito a sério esses sonhos, como um cientista, não gostava de trabalhar em função de presságios ou acreditar piamente neles, pois isso o afastaria de vez do meio acadêmico.
O tempo foi passando e esses sonhos estavam se tornados constantes. Não importava onde ele tivesse, eles sempre eram os mesmos e sempre começavam com ele descendo em uma grande fenda na Terra com sua falecida namorada.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

TEMPOS DE TRAIÇÃO POSSUÍDOS POR AMBIÇÃO.

Thomas havia levado todas as ferramentas com ele, incluindo a picareta. Lancarto usou o pé para quebrar uma estalagmite, que se mostrou um pouco mais resistente do que ele achava, pegou uma ponta e começou a escavar num ritmo frenético. As paredes de quartzo não eram tão resistentes, a ponto de fazê-lo desistir. Suas forças vinham da sua linhagem: seu pai fora um herói que morrera com honra, e ele guardara suas medalhas como referência de vida.
Suas mãos começaram a sangrar, e ele diminuiu o ritmo. Descansou recostado na parede da caverna e chorou de dor e raiva. Disposto a nascer de novo, depois de mais duas horas de escavação, com o cansaço querendo abater de novo sobre ele, Lancarto buscou forças nas entranhas da sua mente vingativa, invocou as forças das trevas para concluir seu intento,e mesmo exaurido quebrou quantas estalagmites eram necessária para continuar escavando. Rasgou sua calça e a manga da sua camisa e fez uma proteção para continuar sua tentativa de liberdade. Quando se sentia exausto, parava por alguns minutos somente e logo retornava àquela dura empreitada em busca da liberdade.
Lancarto era alimentado por um ódio que só crescia dentro de si. Por dois dias, a proteína das últimas aranhas o alimentou o suficiente para conseguir a sua liberdade. Seu esforço não havia sido em vão, e depois de muito escavar conseguiu uma abertura o suficiente para passar o seu corpo avantajado - ele havia perdido uns dez quilos, o que o ajudou a sair por uma fenda não muito larga. As suas mãos estavam em carne viva, agora ele era obrigado a rasgar o resto das pernas das suas calças para improvisar proteção para suas mãos, para escalar uma pequena parede. Com muito sacrifício

O SEGREDO, A CURA

https://www.facebook.com/100001342804610/posts/2158565080864898/?sfnsn=mo